fbpx

O que não pode faltar na Proposta de Mediação

Blog

O que não pode faltar na Proposta de Mediação

 

Você sabe elaborar uma proposta dos seus serviços de Mediação? Quando fazemos essa pergunta aos Mediadores Privados grande parte responde que nunca elaborou uma proposta de Mediação e que simplesmente ouvem o cliente e “chutam” um valor para atender aquele caso. Essa é a realidade dos mediadores privados que não buscam atuar de forma profissional.

A proposta é o documento com todas as informações necessárias para subsidiar a decisão do cliente em contratá-lo e por isso o seu envio é essencial para conseguir fechar com o cliente.

Então como elaborar uma proposta de mediação?

1º Personalização – é importante fazer um bom pré atendimento para que você possa personalizar o serviço adequado ao seu cliente. Portanto fuja das propostas padrão! Cada cliente exigirá um serviço diferenciado.

 

2º Metodologia – Uma vez definido qual o serviço que você vai oferecer ao cliente, dedique tempo para explicar como o serviço será entregue. Qual será a metodologia usada? Qual o cronograma para entregar o serviço?

É importante dedicar tempo a essa fase da elaboração da proposta, pois é essa parte da sua proposta que vai justificar e reforçar ao cliente a necessidade do investimento em contratar você e não outro mediador.

 

 

3º honorários e forma de pagamento – Geralmente esse é o ponto que desperta maior interesse considerando que o valor cobrado é um dos fatores de tomada de decisão mais relevantes para o cliente. Nessa etapa é imprescindível que você saiba precificar bem o seu honorário. Preços muito baixos geram desconfiança a respeito da qualidade do serviço prestado, enquanto preços demasiadamente exorbitante espantam e colocam sua autoridade em cheque. Por isso, é necessário conhecer os fatores que baseiam a precificação do seu serviço como: custos fixos e variáveis do trabalho, preços praticados no mercado, valor percebido pelo cliente dentre outros. Além de conter o valor dos honorários especifique também a forma de pagamento.

Esses são itens essenciais à uma proposta de Mediação, é preciso avaliar o que deve ou não entrar na sua proposta, e novamente, levar em consideração as necessidades específicas do seu cliente. Ouvir e conhecer as necessidades dele e adequa’-las com o que seu  serviço tem a oferecer ajudará você a conquistar clientes com mais agilidade além de passar maior profissionalização ao seu serviço.

 

Tathyana Gomide

CEO Mediei, Mediadora Privada, Advogada

Blog

Assine nossa newsletter

Preencha seus dados e receba novidades da mediei